CRTR-08 avança com fiscalização e combate ao exercício ilegal da profissão

0
30

A Coordenação Nacional de Fiscalização (CONAFI) divulgou o balanço de fiscalização do primeiro trimestre de 2018. O CRTR-08 aparece na lista entre os regionais com melhor resultado (6º) e, em apenas 90 dias, foram 159 profissionais fiscalizados em 45 estabelecimentos, com 86 notificações emitidas e 28 municípios visitados.

“Isso mostra que a função do conselho, que é de fiscalizar o exercício profissional, está sendo executada. A Bahia é do tamanho da França, tem 417 municípios e distâncias muito grandes de uma cidade para outra. Porém, estamos investindo em tecnologia e gestão para otimizar esses resultados e garantir que o trabalho de técnólogos e técnicos em radiologia seja realizado por profissionais capacitados e devidamente registrados conselho”, disse a TR. Maria do Amparo, presidente do CRTR-08.

Vale destacar que o trabalho do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (Conter) também surtiu efeitos positivos em alguns estados que receberam investimentos do órgão. “Não falo apenas de investimentos financeiros, mas, também, do investimento que fizemos na formação e qualificação dos agentes. Estamos oferecendo cursos, treinamentos, tecnologias e infraestrutura adequada para melhorar a prestação do serviço público. Não avançamos apenas nos números, avançamos em qualidade”, afirmou o TR. Manoel Benedito Viana Santos, presidente do Conter.

Para o presidente da CONAFI, o conselheiro federal Luciano Guedes, houve uma mudança de paradigma e a fiscalização se consolida como o principal meio na busca da solução dos problemas dos setores de Radiologia. “Nossa função precípua é fiscalizar o exercício profissional. Ao ter contato com os profissionais, estamos buscando conhecer verdadeiramente a situação da categoria para dar suporte nas demandas que são de nossa competência e encaminhar aos órgãos competes aquelas que não são, almejando, as soluções dos problemas encontrados. Por isso estamos dando ênfase não só no ato fiscalizatório como também na continuidade da fiscalização. Estamos empenhados nesse sentido”, aponta.

A supervisora fiscal do CONTER, Luciene Maria do Prado, está treinando os novos fiscais dos CRTRs, aprovados no concurso público do ano passado e contratados no início deste ano, para suprir as necessidades das equipes e da categoria. “Formar o fiscal e dar a ele as condições necessárias de desenvolver um trabalho com eficiência é a parte mais importante. Portanto, não economizamos esforços e vamos pessoalmente fazer isso em todos os regionais que solicitarem, para que a fiscalização realmente surta o efeito que a categoria anseia e que esteja dentro das nossas atribuições”, finaliza.

Com informações do Conter.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here